Tudo sobre o Root do Android. O que é? Prós e contras.

Autor
Juan M. Espinal
Data da Publicação
27.09.2013
Ilość komentarzy
0

A Apple está na moda, ou está a manter a fama com o lançamento dos dois novos iPhone e do seu novo sistema operativo iOS 7. Mas o que se passa com o sistema Android, é melhor ou pior que o iOS. Muito bem, hoje queremos mostrar-vos um dos segredos do Android, o qual poderá facultar muitas mais funcionalidades ao sistema.

 

O truco é o famoso ROOT; sabemos o que é realmente? Se sabemos o que é, sabemos quais são os prós e os contras de ser um “superutilizador” do Android?.

ROOT:

O que é um root?

Como alguns sabem com linux root o “superutilizador” pode fazer aquilo que quiser no sistema, mudar configurações, apagar ficheiros protegidos, etc. Em poucas palavras Rootear um smartphone ou uma tablet Android é ter o controlo absoluto do sistema que normalmente vem bloqueado de fabrica. Fazer root não modifica nada o seu dispositivo, simplesmente abre-lhe possibilidades de aumentar o rendimento e o uso do seu dispositivo, sempre que saiba o que está a fazer.

Com o root terá a possibilidade de instalar especiais aplicações disponíveis apenas para utilizadores root, as quais ajudaram a potenciar o seu dispositivo Android. Aplicações como Link2sd que permitem passar absolutamente todas as suas apps para cartão de memoria SD, poupando assim memoria interna; o Chainfire3d que permite jogar jogos 3D, os quais não funcionam em dispositivos que não estejam rooteados.

 

¿Quais as consequências de ser Root?

São múltiplos os benefícios com riscos que roçam os 0%. O root do nosso dispositivo, não danifica o dispositivo Android. A maioria dos métodos são feitos apenas com 1 click e se não funcionar, o telemóvel continua como se encontrava anteriormente.

Assim podemos afirmar que NÃO perde a garantia do seu dispositivo ao rooteá-lo, e além disso se rootea o seu dispositivo e não toca em mais nada, seguirá recebendo as atualizações do seu telemóvel.

 

Os Prós de ser root

Há muitas coisas que só se podem fazer se o telemóvel estiver rooteado. Entre elas, está a utilização de algumas aplicações exclusivas como é o caso da famosa Titanium Backup, que falamos num artigo anterior, com a qual podemos fazer cópias de seguranças das nossas aplicações e dados. Sendo root também podemos aumentar a velocidade do nosso smartphone, poupar bateria, memoria e usar outro tipo de programas. Entre todas as vantagens das que desfruta um superutilizador, há uma que se destaca de todas: poder instalar custom ROMs.

Mas, e o que é uma ROM? Preguntam muitos utilizadores. Calma, que explicamos também: uma ROM é uma serie de modificações no software original do telemóvel, que melhoram a eficiência e velocidade do mesmo. E o que é uma custom ROM? Trata-se de ROMs não desenvolvidas oficialmente (ou "cozinhadas" na linguagem Android) por utilizadores, que permitem-lhe desfrutar de uma versão Android que ainda não se encontra disponível para o dispositivo.

Outra das vantagens é poder instalar aplicações que são pagas na store de Google Play e criadas por desenvolvedores.

 

Igualmente permite, por exemplo: se instalar 10 aplicações e só costumar usar 3 delas em comparação com o resto, podemos usamos uma aplicação chamada autostart , a qual nos autoriza a desabilitar aplicações, sendo elas transferidas pelo utilizador ou que venham com sistema, para que não se carreguem ao iniciar, evitando o dispositivo a consumir memória, bateria e deixando a iniciação do mesmo mais rápida.

Também podemos mudar as configurações do sistema, por exemplo o /system/build.prop o qual manipulado (com precaução) obtém hacks como gravar 720, a pesquisa de redes wi-fi mais longa para poupar bateria, etc.

Editar outros ficheiros de configuração para que o GPS faça um “lock” mais rápido mudando o pool.

Pode usar temas, eliminar “aplicações do caixote do lixo”, da sua operadora telefónica ou mesmo do fabricante do dispositivo.

 

Contras de ser Root

Fazer Root em si não tem nenhum ponto negativo. O que pode ter sinais negativos, são as modificações que nos permitem realizar quando o dispositivo está rooteado. Ao fazer esta manipulação no dispositivo, estamos naturalmente alterando o estado inicial de quando o compramos, perdendo a garantia do mesmo, pois a nossa operadora não se responsabiliza por uma possível avaria que possa surgir no dispositivo futuramente. É certo, que na maioria dos casos o processo é reversível, pode-se restaurar os valores de fábrica e voltar a instalar a ROM oficial.

Por outro lado, deixamos de receber por parte da nossa operadora os avisos das atualizações automáticas da nossa versão Android. Este problema também pode ser solucionado, já que existem centenas de ROMs alternativas que podemos encontrar para cada caso.

 

O Root é permanente ou elimina-se ao restaurar o meu dispositivo?

Isto depende do root que esteja aplicado no nosso dispositivo, desta maneira podemos encontrar Roots de dois tipos:

Perma root: é um Root permanente, que continua ativo Root mesmo despois do equipamento ser reiniciado.

Temp root ou Root temporal: é um Root que perdemos quando reiniciamos o dispositivo. Normalmente todas as modificações que realizamos no sistema retornam ao seu estado original.

Junte-se a discussão

comments powered by Disqus